pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Abril 2021

Sobre o autor

Leonardo Vizeu

Leonardo Vizeu

Compartilhar -

Tema extremamente sensível e atual para a Nação brasileira, que, infelizmente, ocupa o noticiário cotidiano é a corrupção. Todos os dias, somos tomados de assalto por condutas nada republicanas por parte daqueles que elegemos para nos representar politicamente.

Mas, o que é a corrupção, por que ela tanto nos incomoda e por que ela, ainda, seduz a muitos? Nessa coluna, nos propomos a refletir com o leitor sobre o tema. O termo corrupção deriva do latim corruptione, que assume o seguinte significado: ação ou efeito de corromper; podridão, putrefação, decomposição.

Em termos políticos, se trata da falta de honestidade que acompanha o desempenho de determinadas funções administrativas. Diversos pensadores, ao longo da história, já teorizaram sobre o tema. Assim, sob o prisma filosófico, Platão, em sua obra As Leis, teoriza que a corrupção tem como causa a ausência de percepção do bem comum no processo de cooperação social, tendo como solução, em caráter individual, o despertar do sentimento de necessidade de justiça e honestidade, bem como, em caráter coletivo, a submissão de todos às leis.

Aristóteles, na obra Ética, ensina que a corrupção derivava da violação aos valores que norteiam o devido processo competitivo em sociedade, bem como da degeneração da essência natural do ser. Por sua vez, a solução para a corrupção seria a estruturação de Instituições Políticas sólidas, que permitam igualdade e equidade nas interações da vida em sociedade, na qual a competição entre os indivíduos fosse baseada em um prévio sistema de valores de concorrência.

Santo Agostinho, em Cidade de Deus, ensina que o Oitavo círculo do inferno, denominado de Malebolge, seria destinado aos fraudulentos, sendo a 5ª Bolgia (fosso) destinado aos corruptos, que sofreriam a eternidade no lago de piche fervente. Por sua vez, o Nono círculo, conhecido como Lago Cocite, seria destinado aos traidores, sendo a Esfera da Antenora reservada aos traidores da pátria.

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta