pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Junho 2022

Sobre o autor

Arleir Bellieny

Arleir Bellieny

Compartilhar -

Falar sobre o Dr. Jorge Andréa dos Santos é falar sobre os grandes ícones que passaram pelo nosso lindo planeta azul semeando alegria, cultura, explodindo ideias, desvendando os insondáveis mistérios da mente humana, verdadeiros enigmas da vida. Trago comigo o sentimento do discípulo que procura reter nos escaninhos da memória presente, o que foi possível sorver na convivência de 25 anos com o Mestre. Suas observações pontuais, foram sempre por mim arquivadas e guardadas no coração. Dentre tantas sugestões recebidas, o título de “Obstetra do Psiquismo”, foi o que mais me marcou e carrego com respeito e cuidado, quando se referiu a minha práxis clínica como terapeuta de vida passada, após uma exposição no ICEB, Instituto de Cultura Espírita do Brasil, (onde foi Presidente de Honra até sua desencarnação em 01/02/2017). Como Psiquiatra muito colaborou com a medicina do futuro com suas descobertas e ampliações dos conceitos Junguianos, assessorado pela visão espiritual da mentora Joanna de Ângelis entre outros reconhecidos colaboradores. Jorge Andréa em seu aniversário de 100 anos, no dia 16/08/2016, nos presenteou com a obra intitulada “Do Outro Lado da Matéria, Enigma da Vida”, com 733 páginas, uma coletânea de livros e artigos publicados. O Correio Espírita, na pessoa do seu Diretor Presidente Saulo de Tarso, deu-me a oportunidade e a honra de manter sua Coluna, Correio Científico, que ele assinou desde sua primeira edição. Esse mês destaco trechos da apresentação de seu livro “Psiquismo: Fonte da Vida”, 1ª ed., EDICEL, 1995, em palavras iniciais: ... “Ciência restritiva ao campo material pode conseguir pequena ilha, jamais um arquipélago. Devemos e necessitamos dar a devida importância a nova ciência do Espírito, que desponta após os modelos da psicologia profunda oferecidos por Freud e mais atenciosamente por Jung; hoje, estes modelos encontram-se no eficiente campo transpessoal, a fornecer, sem sombras de dúvidas, as ampliações do conhecimento humano. Acreditamos que o movimento científico em busca do espiritual, encontrará na Doutrina Espírita pontos de apoio, o ponto de equilíbrio entre o físico e o hiperfísico. O desejo da ciência hodierna é mergulhar nas fontes do Espírito, escutando sua dinâmica dimensional, a fim de ajustarmos nossas percepções e nos inteirarmos das manifestações hiperfísicas que farão parte do futuro da pesquisa. Neste alargamento de conceitos e percepções, as dificuldades dos dias atuais serão decifradas e classificadas em adequadas e bem definidas estruturações científicas” ... No capítulo 5 página 55, enfatiza que “A psicologia, sendo ciência da alma, não pode ficar adstrita às medidas da matéria; insistir nessas posições é progresso regressivo do pensamento. Psicologia ou ciência do espírito, ela busca os fenômenos psíquicos além do cérebro. Pelo cérebro o espírito acontece e expande-se em rica fenomenologia. O cérebro é estação receptora e não produtora dos fenômenos ligados ao pensamento... Freud deu sua contribuição, embora ficasse mais no setor patológico; Jung foi mais longe, por ter sentido o valor dos alicerces psicológicos na melhor avaliação e compreensão da patologia mental. Jung, em nosso entender, com seus conceitos, foi propiciando à psicologia uma estruturação espiritual; sua visão do inconsciente proporcionou a ampliação das fronteiras psicológicas”. Continuando na página 56, para fechar esse destaque com pitadas de sabedoria, ele esclarece: ... “Na atualidade, a psicologia melhor se expande e mais seriamente estuda o campo espiritual, embora com restrições pelas viciações causadas pelo desajustado materialismo. Ao lado disso, os pesquisadores, Assagioli e Maslow, proporcionaram a modernidade da psicologia em equação transpessoal, cujos impulsos foram, em parte, calcados nas assertivas junguistas pela valorização da dimensão espiritual... Maslow deu precisas informações sobre o modelo transpessoal, acentuando os valores das experiências espirituais como elementos construtivos na formalidade psíquica, embora alguns classificassem tais fenômenos como sendo psicóticos” ... Assim se expressava semeando conhecimentos profundos e avançados para o nosso tempo. Hoje na Pátria Espiritual, certamente, vivencia com regozijo e simplicidade, as benesses que lhe foram concedidas pela dedicação ao trabalho e estudos oferecidos para todos nós. Gratidão é a palavra.

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta

Cron Job Iniciado