pteneofrdeites
Compartilhar -

Nosso encontro com Nilson Visconti deu-se graças ao trabalho desenvolvido junto ao Departamento Financeiro da Aliança Francesa de Niterói. Se por um lado o trabalho apresentava certa dificuldade, em virtude da situação daquela instituição educacional face à adversa conjuntura econômica à época, contar com a segurança, a eficiência, a alegria, a responsabilidade, o senso de honestidade, a disposição para o trabalho e a disponibilidade do Sr. Nilson deu-nos condição de alcançarmos metas superiores às esperadas.

A alegria constante em Nilson confirmava, objetivamente, a afirmativa de André Luiz, segundo a qual "A felicidade pode exibir-se, passear, falar e comunicar-se na vida externa, mas reside com endereço exato na consciência tranqüila."

A partir da relação profissional, sentimos o quanto ganharíamos se pudéssemos contar, nós e o grupo de pais no Grupo Espírita da Fé, com a experiência familiar daquele companheiro que apresentava uma fé inabalável. Inicialmente, através de sua palavra espontânea e simples, o Sr. Nilson trazia à reunião de pais seu conhecimento e sua experiência familiar à luz da Doutrina Espírita. De orador convidado, pouco a pouco transformou-se em tarefeiro do Grupo Espírita da Fé, tendo sob sua responsabilidade a Coordenação do Grupo de Estudos do Livro dos Espíritos da Reunião de Pais. Trouxe, ainda, D. Alda (esposa) e Clara (filha) que muito rapidamente, também, tornaram-se tarefeiras da casa onde permanecem até hoje.

Nilson Visconti nasceu em Paraíba do Sul, Estado do Rio de Janeiro, aos 21 dias do mês de junho de 1931, filho de Nicolau Visconti e Anna Lemos Visconti, de origens italiana e portuguesa, respectivamente. Estudou no Liceu Sul Fluminense, onde fez o curso Técnico de Contabilidade. Em 19 de maio de 1956, casou-se com Alda Maria Bueno Ribas - sua amiga de infância. Tiveram quatro filhos: Cláudio, Flávio, Nelson e Clara Maria.

A família, em 1960, transferiu-se para Niterói, onde Sr. Nilson, por questões de saúde, buscava o contato mais próximo com o mar. Com seu espírito vibrátil, aqui chegando, decidiu cursar Direito na Faculdade Cândido Mendes. A contabilidade e o direito deram-lhe condições para desenvolver com qualidade e proficiência o Escritório de Contabilidade ‘Nilson Visconti', que desenvolveu-se na sociedade familiar ‘Visconti Contabilistas Associados Ltda'.

Em 1957, conheceu a Doutrina Espírita, estudando-a com devoção e desenvolvendo seu conhecimento sempre com entusiasmo na Sociedade de Estudo e Pesquisa Espírita, junto ao Dr. Penna Ribas. Ali, em 1963, iniciou a tarefa de divulgação da Doutrina nas reuniões públicas. Foi membro da Sociedade de Estudos e Pesquisas Espíritas até 1970 e do Centro Espírita Irmã Scheilla entre 1981 e 1999, tornando-se grande amigo do Dr. Alberto Rocha e dos demais companheiros do grupo. Participou, ainda, da diretoria da Federação Espírita do Estado do Rio de Janeiro como diretor Financeiro, por cerca de 8 anos, juntamente com seu grande amigo e companheiro de várias tarefas, o Dr. Affonso Sanchez. Ao iniciar sua participação no Grupo Espírita da Fé reencontrou os amigos Lineu e Elenir Meirelles, afinizando-se com o grupo e tornando-se grande colaborador nas diversas reuniões de estudo de que participava. Sempre amparado pela espiritualidade superior transferiu, carinhosamente, durante um ano, para o corpo físico os compromissos que trazia no ser espiritual. Transmitindo-nos confiança, resignação e lucidez de consciência, era sempre encontrado, durante este período, estudando a Doutrina e fortalecendo-se (fortalecendo-nos também) com "Bezerra, Chico e Você", seu livro predileto. Na leitura e comentários dos ensinamentos ali destacados, Sr. Nilson mantinha-se o timoneiro seguro traduzindo a instrução do Mundo Maior com tranquilidade e submissão aos designos Divinos.   Numa melodia sem nenhuma dissonância, aos 18 dias do mês de dezembro de 2005, retorna à pátria espiritual nosso companheiro Nilson Visconti. O lastro de confiança e de equilíbrio transferido a seus familiares e amigos foi sentido no Parque da Colina, onde a música celeste em uníssono com a música do coral Boa Nova puderam emoldurar os "Até Breve" de todos os que conheceram, apreciaram, conviveram e amaram .... Nilson Visconti.

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta

Cron Job Iniciado