pteneofrdeites
Compartilhar -

Nascido em 5 de agosto de 1872, na cidade de São Luís do Paraitinga (São Paulo), formou-se em Medicina pela Faculdade Nacional do Rio de Janeiro, em 1892. Em 1896, foi para a França, onde realizou cursos de aperfeiçoamento no Instituto Pasteur de Paris, tornando-se amigo de Roux e Metchnikoff. Trabalhou também no laboratório de Toxicologia.

Em 1900, foi indicado para dirigir o Instituto Serum-therápico Federal ( que, em 1907, passou a ser denominado Instituto Oswaldo Cruz), instalado numa fazenda em Manguinhos e onde seriam preparados soros e vacinas contra a peste bubônica. O Instituto Oswaldo Cruz, bem como o Instituto Butantan em São Paulo, tornaram-se centros de desenvolvimento e difusão da medicina experimental no Brasil, no início deste século.

Em 1903, no governo do Presidente Rodrigues Alves, foi indicado para assumir a direção do Serviço de Saúde. Na época, o Rio de Janeiro enfrentava uma séria epidemia de febre amarela, de graves conse-quências sociais. Oswaldo Cruz elaborou e pôs em execução rigoroso plano de reforma sanitária, visando debelar a doença. Recebeu apoio integral do governo e, apesar da oposição de setores da população, conseguiu erradicar a doença.

O Instituto em Manguinhos, sob a profícua direção deste cientista, atuou no nosso meio científico como verdadeiro centro de formação de pesquisadores de alto nível técnico. Atuaram no Instituto Oswaldo Cruz cientistas como Rocha Lima, Carlos Chagas, Gaspar Viana, Artur Neiva, Adolfo Lutz e inúmeros outros, contribuindo para o desenvolvimento de importantes pesquisas na área da Medicina Experimental.

O último cargo público exercido por Oswaldo Cruz foi o de prefeito de Petrópolis, cidade onde veio a falecer, em 11 de fevereiro de 1917.

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta