pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Maio 2019
Compartilhar -

A Federação Espírita Boliviana-FEBOL, o Conselho Espírita Internacional-CEI e o CEI-Suramerica realizaram, de 29 a 31 de março de 2019, em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, como respeitoso registro pelos 150 anos de desencarnação de Allan Kardec, o 5º. Congresso Espírita Sulamericano, que contou com representantes do CEI Internacional e do CEI Suramericano e de várias Federações da Europa, dos Estados Unidos e da América do Sul.

O evento, realizado em ambiente de beleza e conforto, de primorosa organização e execução, que privilegiou o estudo da Codificação, em homenagem permanente a Allan Kardec, propiciou clima de fraternidade entre os participantes e foi um grande sucesso, por todos elogiado, emoldurado pela hospitalidade e simpatia do povo boliviano.

Nos dias 28 e 29 de março, a estrutura do Congresso contou com Oficinas, em uma espécie de Pré-Congresso, nas seguintes áreas, com seus respectivos coordenadores: Mediunidade – Andrès Abreo (Colômbia) e Prof. Jacobson Trovao; Assistência Espiritual – Anyela Nuñez (Uruguai),  Helio Blome e Maria Euny Herrera Massoti (Brasil); Família, Infância e Juventude -  Susana Aceredo (Uruguai), Miriam Ducci (Brasil), Claudia Werdine (Suíça); Educação Espírita do Adulto, Doutrinária – John Rhenals (Colômbia), Elzito Melo Quinta e Elzi Nacimiento; Divulgação Espírita – Johnny Navarro (Colômbia), Eduardo Nanni (Bolívia); Assistência e Promoção Social – Maria de Lourdes Oliveira (Brasil), German Tellez (Colômbia).

Após a cerimônia de abertura, o expositor John Rhenals (Colômbia) falou sobre “Visão Psicológica de O Livro dos Espíritos”. Nos dias 30 e 31 de março, os expositores ocuparam três salões para palestras sobre a Revista Espírita, a relação Rousseau-Pestalozzi-Kardec, o Espiritismo na Europa após a desencarnação de Kardec, a missão de Rivail e o Mundo Invisível, as mesas girantes, as características desafiadoras da missão do Codificador, o aspecto consolador da Doutrina Espírita, seus fundamentos filosóficos, científicos e morais, A Gênese: os fluidos, o magnetismo e a interrelação entre o mundo material e espiritual e o encontro do homem com Deus pela compreensão raciocinada de Suas leis, O Evangelho segundo o Espiritismo e a moral de Jesus,  O céu e o Inferno e os estados de consciência da alma perante as leis divinas, O Livro dos Médiuns e  o exercício ético-moral da mediunidade, as leis morais e a vivência para o mundo de regeneração, o retorno de Jan Huss, Kardec e José Maria Fernancez  Colavida, a biografia de Allan Kardec por Henri Sausse, a vida de Kardec na França e sua obra para o mundo. 

Os expositores foram Carlos Campetti (Brasil), Eduardo dos Santos (Uruguai), Daniel Gomez (Argentina), Elsa Rossi (Reino Unido), Fabio Villarraga (Colômbia), Fabricio Delgadillo (Bolívia), Edwin Bravo (Guatemala), Andrès Abreo (Colômbia), Cesilia Ramirez (Bolívia), Publio Carisio (Brasil), José Vasquez (Venezuela), Eduardo Nanni (Bolívia), Javier Franco (Chile), Monica Oliveira (Equador), Isabel Loo (Peru), Milciades Lezcano (Paraguai), Odette Letelier (Chile), David Uchoa (Peru), Maria de la Gracia Ender (Panamá), Jorge Berrio (Colômbia), Alberto Almeida e Jorge Godinho (Brasil), Jussara Korngold (EEUU), Johnny Navarro (Colômbia), Simoni Privato (Uruguai), Gustavo Martinez (Argentina), Charles Kempf (França), e John Rhenals com a palestra de encerramento sobre “A Doutrina Espírita: um novo amanhecer para a Humanidade”. A parte musical, na abertura e no encerramento, foi realizada por grupos de músicas típicas bolivianas.

Nos momentos finais, o Congresso reservou emocionante surpresa, preparada por 22 educadores, coordenadores e ajudantes, da Bolívia, Colômbia, Brasil, Peru, Equador e Uruguai: cerca de trinta crianças e pré-adolescentes, empunhando bolas vermelhas em formato de coração, cantaram, em espanhol, “Paz pela Paz”, de autoria do brasileiro Nando Cordel, sob a coordenação de Onintza Ereña, Coordenadora Geral do Departamento da Infância, Juventude e Família da FEBOL, e de Claudia Werdine, da área de Evangelização do CEI, como culminância do trabalho inovador da área de evangelização com crianças e jovens participando de congressos, já realizado em alguns países na Europa e agora na América do Sul. As crianças do mundo de fala espanhola também receberam um presente de Elsa Rossi, presidente da BUSS – União das Sociedades Espíritas do Reino Unido, que lançou no Congresso o livro Aprendiendo a Orar.

Encerrando o evento, Roxana Jáuregui, Presidente da FEBOL e da Comissão Organizadora do 5 CES, agradeceu  a todos e Isabel Loo, Vice-Presidente da Federação Espírita do Peru, convidou  para o 6º. Congresso Espírita Sulamericano, a realizar-se em 2021, em Lima, Peru.

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta