pteneofrdeites
Escrito por: Internet
Compartilhar -

O medicamento aprovado promete tratar a presbiopia.(foto Reprodução Internet)

“Quem não tem colírio, usa óculos escuros”. Esse dito que ficou ainda mais popularizado na música “Como vovó já dizia”, do Raul Seixas, pode deixar de ser necessário. Isso por que, nos Estados Unidos, a agência norte-americana de alimentos e medicamentos conseguiu aprovar aquele que promete ser primeiro e único colírio que pode acabar com a vista cansada, ou ‘síndrome do braço curto’, como também é conhecida.

Com o nome de Vuity, o novo colírio promete tratar a presbiopia, que pode ser diagnosticada por meio de um exame no oftalmologista e é uma doença ocular comum e progressiva. A informação foi divulgada pelo portal “Só Notícia Boa”.

O vice-presidente da companhia, Jag Doganjh, classificou como satisfatória a ideia de trazer um tratamento inédito para o mercado mais cedo do que o esperado.

Remédio de fácil adaptação

O Vuity tem uma formulação otimizada de pilocarpina, um medicamento terapêutico estabelecido para os olhos, fornecido com a tecnologia chamada de “pHast”, que permite que a gota se ajuste rapidamente ao pH fisiológico do filme lacrimal.

“Como um optometrista que também tem presbiopia, estou pessoalmente e profissionalmente entusiasmado para experimentar o Vuity para mim, e receitá-lo a meus pacientes com visão embaçada relacionada à idade”, disse a optometrista Dra. Selina McGee, da American Academy of Optometria, através de um comunicado.

De acordo com a informação, o medicamento usa a capacidade do próprio olho para reduzir o tamanho da pupila, melhorando a visão de perto e intermediária, ao mesmo tempo em que mantém a visão à distância.

 

Processo de aprovação

A FDA aprovou a utilização do Vuity em outubro deste ano. Os especialistas se basearam em dados de dois estudos clínicos essenciais de fase 3, que avaliaram a eficácia, segurança e tolerabilidade da empresa usando um total de 750 participantes com idade entre 40 e 55 anos com presbiopia, randomizados nos dois estudos, em uma proporção de um para um para Vuity ou placebo.

Os integrantes da pesquisa foram instruídos a administrar uma gota do medicamento ou placebo uma vez ao dia em cada olho e teve êxito com resultados positivos para alto contraste, distância binocular corrigida perto do visual acuidade, sem perder mais de uma linha. Ainda segundo a publicação, um dos participantes do ensaio, Toni Wright, relatou:

“Tornou-se quase impossível ver claramente de perto, a menos que eu use meus óculos. Estou tão animado que agora foi aprovado e está disponível como um tratamento”.

De acordo com os cientistas, o Vuity tem efeito em cerca de 15 minutos, com uma gota em cada olho proporcionando uma visão mais nítida por seis a 10 horas. As gotas são para casos leves a intermediários e são menos eficazes após os 65 anos, à medida que os olhos envelhecem. Os usuários também podem ter dificuldade temporária em ajustar o foco entre objetos próximos e distantes.

A boa notícia é que não foram registrados eventos adversos graves em nenhum dos participantes tratados com Vuity. No entanto, a má notícia é que, no momento, o novo colírio custa cerca de 500 reais. A expectativa é que esse medicamento possa ser aprovado para a comercialização e chegar a baixo custo para os brasileiros que ainda utilizam óculos para melhorar a tal vista cansada.

Fonte: Rádio Rio De Janeiro.
Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta