pteneofrdeites
Compartilhar -

fernando machado

Divulgação

Fernando de Matos Machado, nasceu no dia 05 de outubro de 1947, em Serdedelo - Portelinha, Ponte de Lima, Minho-Portugal. Filho primogênito de Júlio Fernandes Machado e Lucinda de Matos Pereira, que depois vieram mais três irmãos Maria do Céu, Almerinda e Carlos Alberto.

Chegou ao Brasil ainda criança com seis anos de idade em 02 de agosto de 1953, passando toda sua infância e juventude com a família no bairro carioca de Botafogo.

Desde a infância sempre buscou Deus e a religiosidade, foi coroinha de Igreja. Mais tarde, aos 20 anos de idade, teve seus primeiros contatos com o espiritualismo no Centro Espírita Deus Luz e Paz em Queimados/RJ.

Casou-se em 15 de janeiro de 1977 com Inêz Coelho Machado, em uma comunhão que durou 48 anos. Deixou dois filhos Fernanda e Júlio e duas netas Clara e Isabela.

Em 1983 conheceu a Doutrina Espírita na antiga FEERJ – Federação Espírita do Estado do Rio de Janeiro, hoje IEBM – Instituto Espírita Bezerra de Menezes, onde fez iniciação aos grupos de estudos. Nesta casa fez grandes amigos como Sebastião Cadilhe, João Luiz Pessoa, Dr. Ely Barbosa dentre outros.

Em 1993, foi convidado por João Luiz Pessoa a frequentar o GEEV – Grupo Espírita Estudantes da Verdade, no bairro Fonseca também na cidade de Niterói, e em pouco tempo assumiu a Vice-presidência, depois presidente da casa por 27 anos.

Liderou tarefas de assistência a asilos, orfanatos, Colônia Juliano Moreira, Hospital Penitenciário da Alameda levando sempre a palavra de carinho e incentivo à vida conforme apregoa o Evangelho de Jesus.

Com o tempo e estudo, adquiriu muito conhecimento doutrinário, tornando-se um expert nas comunicações doutrinárias, em reuniões mediúnicas, sempre orientando e consolando almas sedentas de paz, amor e conhecimento.

Amigo e conterrâneo Sebastião Cadilhe assim transcreveu sua amizade com o Machado: “Nascemos em terras de Além-mar, terra de Camões, Eça de Queiroz, Camilo Castelo Branco e tantos outros, como Pedro Álvares Cabral, que descobriu o Brasil, em 1500. Viemos para cá em épocas diferentes e aqui, o “destino” nos reuniu.

Nos encontramos, ou nos “reencontramos” no Movimento Espírita de São Gonçalo. Os anos se passaram e juntos participamos do movimento espírita da FEERJ, com o Dr. João Luiz Pessoa, de 1984 a 1989, nas feiras do livro espírita pelo Estado do Rio de Janeiro, com feiras em Niterói, São Gonçalo, Araruama, Cabo-Frio e inúmeras atividades como, Seminários, Palestras, reuniões mediúnicas etc.

Corre em nossas veias, o fluido vital da amizade, da fidelidade ao Consolador, personalizado na Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec.

O amigo Fernando Machado, encerrou o seu compromisso com a Doutrina Espírita, no solo da Terra, com dignidade, respeito e amor. Deixou-nos como exemplo, a perseverança, amizade, fidelidade e amor fraternal, como deve ser por todos os espíritas verdadeiros. Ao amigo a nossa gratidão pelos exemplos que dignificaram sua vida como exemplos para nós. Nossa eterna gratidão por termos tido a oportunidade da sua convivência.

Deus te abençoe o retorno ao Lar e, até breve”.

João Luiz Pessoa também falou de sua amizade com o amigo que partiu”: Desde a década de 80, trabalhamos sem descanso no nosso movimento espírita de Niterói, São Gonçalo, atuando em outros locais do Rio de Janeiro. Valoroso trabalhador, sempre muito pronto para as atividades, colaborou conosco na Antiga FEERJ, hoje unificada com a USEERJ, ambas dando lugar ao CEERJ.

Participou conosco intensamente na tarefa de divulgação através das Feiras de Livros, participou também dos Feirões: Pró Casa Maria de Magdala, Pró Remanso Fraterno e Radio Rio de Janeiro. Incansável, sempre alegre e jovial, líder nato, além de orador dedicado. Nunca recusou compromissos em todas as áreas para as quais fora convocado. Fará imensa falta em nosso movimento. Rogamos a Jesus que seu despertar seja breve, retomando atividades do outro lado da vida”.

Tendo sofrido internação por um AVE Hemorrágico em 30.10.2020, ficando, internado por 110 dias, no Hospital Avezedo Lima, quando seu corpo físico não resistiu, partindo para junto de outros grandes amigos que já o esperavam com júbilo de missão cumprida.

Desencarnou no dia 16 de fevereiro do corrente ano e foi sepultado no dia seguinte no Cemitério Municipal de São Gonçalo-RJ, onde amigos e parentes prestaram as últimas homenagens cantando músicas espíritas em total harmonia quando seu corpo desceu a sepultura com prece realizada pela confreira e atual presidente do GEEV Andréa Silva.

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta