pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Janeiro 2022

Sobre o autor

Jacob Melo

Jacob Melo

Compartilhar -

Gostaria que você pensasse sobre isso: Quantos cartões natalinos você recebeu este ano? E quantos você respondeu?

Agora esta: Quantos cartões natalinos você enviou este ano? E quantas pessoas responderam?

Como os cartões impressos estão quase em desuso, preciso colocar outro adendo às questões propostas: Quais cartões foram mesmo escritos e dirigidos a você? Isso porque, nos dias atuais, o mais comum é se usarem listas de envios por meio das quais se mandam mensagens indiscriminadamente, sem qualquer - ou com pouca - pessoalidade...

Muito provavelmente perceberemos que as verdadeiras mensagens natalinas estão um tanto quanto escassas. No lugar de se falar pessoalmente, as mensagens gravadas (e curtas ou rápidas) são as que preferimos enviar, embora não sejam as que gostaríamos de receber; em vez da opção de deixar falar o coração, há quem prefira a colagem de frases feitas; e quando se poderia tentar um encontro, simplesmente ficamos no “adoraria se pudesse”...

Alega-se perda de bons hábitos, mudança de costumes, a velocidade do dia a dia, o “é porque não se tem tempo”... A verdade, contudo, parece ser algo mais vital: estamos perdendo a capacidade de fazer envios cheios de vida, apesar de precisarmos tanto de um retorno mais eloquente.

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta