pteneofrdeites
Compartilhar -

Pensemos um pouco no Planeta...

A cada dia, somos surpreendidos por notícias trazidas pelos diversificados órgãos de divulgação, que nos trazem grande decepção para com o comportamento do ser humano para com o planeta, vejam a notícia abaixo que circula na Internet.

"TÓQUIO (AFP) - A tensão aumentou entre os baleeiros japoneses e ambientalistas australianos, que acusam os pescadores de reterem contra a sua vontade dois militantes na Antártica, o que provocou a intervenção de autoridades dos dois países".

Baleeiros japoneses integram desde dezembro uma missão para caçar mil cetáceos na Antártica. O Greenpeace e o movimento de proteção da natureza australiano Sea Sheperd enviaram barcos ao local para impedir a atuação dos nipônicos.

Na terça-feira 15/01, dois militantes do Sea Sheperd abordaram um dos baleeiros. Uma vez a bordo do navio, entregaram aos japoneses uma ordem do tribunal federal de Sydney que proíbe ao Japão caçar baleias nas águas denominadas de "santuário" da Antártica.

Segundo Paul Watson, dirigente do Sea Sheperd, o Instituto Japonês de Pesquisas sobre os Cetáceos advertiu que os reféns só serão liberados se o movimento aceitar não perturbar a caça de baleias.

O governo australiano pediu às autoridades japonesas que medeiem a liberação dos dois ecologistas.

Tóquio desmentiu esta versão dos fatos e afirmou que o baleeiro japonês havia enviado mensagens ao navio do Sea Sheperd para tentar entregar os dois homens, mas que o grupo de defesa da ecologia não respondeu, informou o porta-voz do governo nipônico, Nobutaka Machimura".

O Ser humano vive elencando motivos para justificar sua desastrosa e criminosa ação diante da natureza, proporcionando espetáculos grotescos e inadmissíveis para uma civilização do século XXI. Destrói a natureza por puro prazer de destruir, desrespeita as Leis naturais sem qualquer preocupação com o futuro do planeta, e, depois se queixa das conseqüências do agravamento da miséria, do desequilíbrio provocado pelo aumento da temperatura na Terra, pela extinção de inúmeras espécies da fauna e da flora etc.

Em O Livro dos Espíritos os Imortais da vida Maior nos chamam à atenção para nosso comportamento destrutivo, quando respondem aos questionamentos sobre o assunto proposto pelo codificador do Espiritismo conforme segue:

733. Entre os homens da Terra existirá sempre a necessidade da destruição?

"Essa necessidade se enfraquece no homem, à medida que o Espírito sobrepuja a matéria. Assim é que, como podeis observar, o horror à destruição cresce com o desenvolvimento intelectual e moral."

734. Em seu estado atual, tem o homem direito ilimitado de destruição sobre os animais?

"Tal direito se acha regulado pela necessidade, que ele tem, de prover ao seu sustento e à sua segurança. O abuso jamais constitui direito."

735. Que se deve pensar da destruição, quando ultrapassa os limites que as necessidades e a segurança traçam? Da caça, por exemplo, quando não objetiva senão o prazer de destruir sem utilidade?

"Predominância da bestialidade sobre a natureza espiritual. Toda destruição que excede os limites da necessidade é uma violação da lei de Deus. Os animais só destroem para satisfação de suas necessidades; enquanto que o homem, dotado de livre-arbítrio, destrói sem necessidade. Terá que prestar contas do abuso da liberdade que lhe foi concedida, pois isso significa que cede aos maus instintos."

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta