pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Março 2021

Sobre o autor

Paulo Velasco

Paulo Velasco

Compartilhar -

Disciplina, equilíbrio emocional, constância, autoconhecimento, consciência e responsabilidade são itens fundamentais na formação de um médium. Pensar em desenvolver a mediunidade sem o pleno conhecimento e consequente adoção destes princípios é como esperar que uma árvore frutífera venha a dar bons frutos sem que, para isso, seja devidamente cuidada a partir do plantio de sua semente.

A segurança no exercício da mediunidade e a conduta ética do médium estão diretamente relacionadas à educação que lhe é fornecida. A partir daí, começa a se processar no medianeiro a reforma íntima, outra condição fundamental para o desenvolvimento adequado e natural da mediunidade.

Constância - A educação do médium começa por sua conscientização sobre a faculdade de que é portador e como deve se autodisciplinar e se reformular espiritualmente para exercê-la. Para isso, um curso específico em uma casa espírita, assistência às palestras sobre a Doutrina e sobre mediunidade, bem como a leitura das obras básicas de Allan Kardec e de outras correlatas são os caminhos a serem percorridos por aqueles que desejam servir ao Alto e ao próximo mediante a sua mediunidade.

Mas deve ser lembrado de que nenhum desses caminhos terá alguma utilidade se forem percorridos de forma banal, sem a devida reflexão sobre o que neles é fornecido como visão e sem a determinação de que, através destes recursos, seja promovida uma verdadeira revolução no comportamento vibracional do médium em formação.

Consciência e responsabilidade - Um dos princípios fundamentais para o conhecimento do médium é o de que a sua educação, ou o seu desenvolvimento, é trabalho para toda a vida, a atual e a que segue após sua trajetória terrena. Aliás, deve ele saber que a faculdade já começou a existir até mesmo antes da presente existência neste plano, quando na sua programação reencarnatória o compromisso foi assumido e o seu invólucro corpóreo foi devidamente preparado para a captação das manifestações. Portanto, cabe ao médium, respeitando sempre o seu livre arbítrio, entender a sua responsabilidade e se preparar da melhor maneira possível para a tarefa que aceitou como forma de resgatar faltas passadas ou de progredir na escala espiritual quando o exercício da faculdade tem caráter missionário específico.

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta

Cron Job Iniciado