pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Fevereiro 2020

Sobre o autor

Marcus De Mario

Marcus De Mario

Compartilhar -

Nesta vida, temos algumas certezas inquestionáveis, e uma delas é que mais cedo ou mais tarde vamos morrer, ou seja, vamos abandonar o corpo físico e retornar para o mundo espiritual. Não sabemos quando isso vai acontecer, mas sim que é uma fatalidade da qual não podemos escapar. Também sabemos que deste mundo nada se leva, e isso é certo quanto a tudo que é de ordem material, porém sabemos que do ponto de vista moral levaremos nossas virtudes e nossos vícios, o bem e o mal realizados, tendo de dar conta deles perante a lei divina. Então, se tudo isso sabemos, por que estamos desperdiçando tempo e energia em adquirir bens terrenos, em gozar alegrias passageiras que nada nos acrescentam, das quais não vamos aproveitar depois do túmulo?

Quantas pessoas, no aproximar da morte, não entram em introspecção, revisitam sua existência terrena e se arrependem do tempo ter passado e nada terem de útil para levar na bagagem? É muito triste vermos, por exemplo, um ente querido, no final de suas forças físicas, fazer um grande esforço para pedir perdão a alguém a quem muito prejudicou, num ato extremo de aliviar a consciência. Deus, na sua imensa misericórdia, sempre levará em conta esse gesto para aliviar os sofrimentos dessa alma, mas não poderá lhe retirar o peso do remorso e da reparação.

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta

Cron Job Iniciado