pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Janeiro 2022
Compartilhar -

Fotos: Divulgação

Estande da Boa Nova Editora

O Riocentro, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, foi, mais uma vez, palco de um grande evento literário.

Aconteceu entre os dias 3 e 12 de dezembro a 20ª edição da Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Este ano com o tema central "Que histórias queremos contar a partir de agora?"

O grandioso evento contou com a participação de 85 editoras e 140 selos. E o movimento espírita se fez presente através da Boa Nova Editora, que, segundo o seu representante Ronaldo Sperdutti, suas vendas atingiram um crescimento entre 15 e 20% comparado à edição anterior. 

O evento em sua 20ª edição foi realizado em apenas dois pavilhões (azul e laranja). "Estamos entregando uma edição muito especial, tirada do papel com toda a responsabilidade que o momento impõe, mas trazendo toda a energia do reencontro e a potência das conexões entre o universo literário e as diferentes linguagens e temas. Nosso propósito de estimular a leitura para transformar o país está ainda mais presente, com uma programação plural e de bastante qualidade", afirmava Tatiana Zaccaro, diretora da GL events, responsável pela Bienal, na abertura do evento.

Por conta da pandemia, a capacidade de visitantes foi reduzida e os ingressos foram vendidos por turnos. Cada entrada dando direito à visitação somente no horário pré-escolhido. As opções de entrada foram disponibilizadas no portal de vendas da Bienal.O uso de máscaras e apresentação de comprovante de vacinação contra a Covid-19 foram obrigatórios para a entrada no evento.

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta