pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Agosto 2021
Compartilhar -

De acordo com o que anunciamos no escrito precedente, vamos ofertar aos leitores algumas ideias proveitosas para quem desejar promover trabalhos mediúnicos com o meritório objetivo de esclarecer e confortar, espíritos maus e sofredores, ou melhor dizendo, atrasados em termos de evolução.

Faremos isso com um certo constrangimento porque poderá parecer vaidade, já que, para tanto, teremos de mencionar nossa experiência pessoal sobre o assunto, acumulada em quase três décadas dirigindo sessões desobsessivas na doce Casa Espírita que fundamos na terra natal, após muitos anos observando como outras pessoas dirigiam atividades da mesma natureza em suas residências e nos centros espíritas.

Eis o que aprendemos e será bom passar adiante, tendo em vista o texto de Allan Kardec intitulado “Diferentes Ordens de Espíritos”, que abre a Revista Espírita de fevereiro de 1858.

1º) Quando vemos um médium dar sinal de transe em reunião mediúnica, não devemos nos apressar, iniciando logo qualquer discurso, fazendo prece ou sugerindo maior concentração mental. Cumpre-nos primeiro verificar se o fenômeno já se completou ou não e, na dúvida a esse respeito, convém formularmos perguntas genéricas e ambíguas que tanto poderão servir para sondar o médium quanto ao possível desencarnado comunicante. Indagações nestes termos, ou mais ou menos:

– Está se sentindo bem?

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta