pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Abril 2021
Escrito por: Sonia Hoffmann
Compartilhar -

Hippolyte L. D. Rivail, nome de batismo do Codificador Allan Kardec, faz a seguinte analogia em seu discurso feito por ocasião da sua premiação pelo Plano de melhoria do ensino público para as escolas parisienses:

"... assim como o talento do jardineiro não se limita a saber colocar plantas na terra, assim o do professor não se limita a fazer aprender os rudimentos".

Com tal referência, podemos ampliar para toda e qualquer ação doutrinária a extrema necessidade da inteligência e da reflexão ser estimulada com disciplina, seriedade e profundidade. Para tal, importante se torna aos Evangelizadores e responsáveis pelos estudos nas instituições espíritas não somente conhecerem o conteúdo doutrinário, mas igualmente se apropriarem do conhecimento de estratégias alternativas para que este não somente seja entendido como, também, seja internalizado por quem faz parte destas atividades como aprendizes e estudantes.

Cada pessoa possui um ritmo e uma maneira própria de aprendizagem, independentemente de ter ou não alguma deficiência. Sendo assim, é primordial a observação e o conhecimento das mais diversas propostas e possibilidades metodológicas para o conhecimento ser absorvido com mais possibilidade de êxito.

O conteúdo a ser oferecido é sempre o mesmo para todos, porém, a maneira de apresentá-lo e o trabalhar pode e deve se diversificar conforme as necessidades da criança, do jovem, do adulto, da pessoa idosa.

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta

Cron Job Iniciado