pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Fevereiro 2021
Compartilhar -

No Correio Espírita de janeiro último, abordamos algumas reencarnações de Batuíra e, dentre elas, a que teve como D. Dinis (1261 — 1325).

Em 1282, casou-se com Isabel de Aragão, a rainha que viria a ser consagrada santa e sobre a qual falaremos neste número. 

Isabel de Aragão (1271 — 1336) nasceu em Saragoça, na Espanha, onde se encontrava a corte aragonesa, à época, um dos principais centros político-culturais europeus.

Isabel viveu em seu país natal até os doze anos, quando, em 1282, contraiu núpcias com rei português, Dinis de Borgonha, passando, destarte, a ser rainha consorte de Portugal, até a sua morte, ocorrida na cidade lusitana de Estremoz, em 1336.

Desde muito cedo, Isabel de Aragão revelou-se criatura especial, dona de grande beleza e graça, além de excepcional caráter, que lhe granjearam a simpatia e a benevolência incondicional do avô que a criou, Jaime de Barcelona, e de toda a corte aragonesa. 

Está gostando deste artigo? Deseja ler mais?

Por favor faça o login abaixo

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta