pteneofrdeites

Sobre o autor

Saulo de Tarso

Saulo de Tarso

Compartilhar -

Amigos leitores,

Gostaria de dividir essas linhas que já foram tantas. Linhas de felicidade, linhas de tristeza, linhas de dúvidas, linhas de esperanças...

Chegamos a mais um final de ano, com as mesmas rotinas do ano velho. Uns com uma cruz mais suave, outros com uma cruz mais pesada, entretanto todos com a cruz a carregar. Todos lutam por um lugar ao sol. Uns com sonhos voltados para as conquistas efêmeras, outros em conquistas espirituais e ainda outros que lutam por saúde enfim, todos lutam por suas conquistas. Assim são as crianças alegres que passaram de ano escolar, outras tristes pois não lograram o mesmo êxito. Mas a vida segue seu curso e tudo novamente volta para mais um ano de lutas, vitórias e também derrotas, essas mesmo que passageiras, existem.

Pois bem, a vida é um jogo e o vencedor é aquele que sabe jogar. Aquele que melhor empregou seu tempo, aquele que melhor cuidou da sua saúde. Isso mesmo, a vida é um continuar, reencarnação após reencarnação. André Luiz, benfeitor espiritual, deu seu próprio exemplo de redenção, entretanto só conseguiu sair do sofrimento quando despertou para as verdades imperecíveis do bem e do amor. Deixou uma frase notável “Vencedor é o que vence a si mesmo”. Pois é, somos espíritos orgulhosos e vaidosos. A vida é cercada de armadilhas, melhor dizendo de provas e expiações, pois ainda somos espíritos imperfeitos rumo a nossa felicidade.

Nossa edição está repleta de bons motivos para você se animar para o novo ano, afinal o fim do mundo não vai acontecer. Não espere para ver, faça já a sua parte. Distribua bondade, simpatia, tolerância, amizade que logo logo o peso da cruz vai diminuir.

Feliz Ano Novo, repleto de muita luz e paz.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado