pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Agosto 2015

Sobre o autor

Saulo de Tarso

Saulo de Tarso

Compartilhar -

A grande maioria dos médicos relaciona o estresse aos fatores materiais e por conseguinte na relação de vida que vivemos. Logo, os receituários são quase cópia um do outro que orientam sobretudo em uma alimentação saudável, na prática de exercícios físicos e exames médicos periódicos, são fatores de sucesso anti o estresse.

Não podemos discordar disso. Apenas gostaria que os médicos incluíssem no receituário o fator "caridade" -— ação, doação no bem — que relembramos na frase "é dando que se recebe", contida na Oração da Paz, popularmente atribuída a São Francisco de Assis, que viveu no século XII,

Aquele que se doa recebe mais, conforme diz o Evangelho de Jesus e que hoje é comprovado pela ciência. Ela afirma que a caridade traz satisfação e o organismo libera serotonina, endorfina e dopamina, substâncias relacionadas ao prazer. Ao contrário do cortisol, hormônio que em alto nível, aumenta o estresse e é altamente reduzido pela prática da caridade.

Para saber mais sobre esse assunto, leia o artigo Estresse - Inimigo Devastador, do nosso articulista Dr. Américo Nunes.

Muita Paz!

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado