pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Maio 2015

Sobre o autor

Saulo de Tarso

Saulo de Tarso

Compartilhar -

Em conversas com conhecidos, em bate-papos, as opiniões se divergem quando o assunto é sobre morte e violência. No momento atual muito se fala na possível redução da maioridade penal. Muitos querem a diminuição de 18 para 16 anos e muitos outros acham que é mais um engodo para a população brasileira.

Você acha que a redução da maioridade penal vai resolver o problema da violência? Daqui a pouco estarão os jovens abaixo de 16 sendo usados da mesma forma. Logo, se for aprovada a redução, veremos nas estatísticas policias que a criminalidade não foi reduzida. Só a educação reduziria os crimes.

Entra governo, sai governo, e a educação está cada vez pior. As universidades estão sucateadas e o ensino cada vez mais fraco. É preciso vir a dor para que possamos curá-la. E o caminho para curar nossas mazelas humanas é a aquisição de conhecimentos que obrigatoriamente passam pela educação. Lembrando Pitágoras “Educai as crianças e não será preciso punir os homens”.

Daí então, um se altera e diz logo: “Então, implantem a pena de morte!.

Tal expressão me levou à obra de Allan Kardec, seu quarto livro do Pentateuco Espírita, O Céu e o Inferno, que em setembro próximo completa 150 anos. Nesta edição, nossa articulista Doris Gandres aborda questões sobre esse fantástico livro. Ela cita o saudoso Herculano Pires, com suas interpretações acerca do mesmo, onde Kardec tão bem pontuou dizendo que a obra faz um exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, etc. Relata numerosos exemplos a respeito da situação real da alma durante e depois da morte.

Muita Paz!

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado