pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Julho 2013

Sobre o autor

Ângela Delou

Ângela Delou

Compartilhar -
::cck::221::/cck::
::introtext::::/introtext::
::fulltext::

patricia fitipaldiAMOR AOS BICHOS

   Patrícia Fittipaldi cuida há cinco anos de 125 bichos abandonados no Santuário das Fadas, no Vale do Cuiabá, em Itaipava, na Região Serrana do Rio. São, bois, vacas, cães, calopsitas, carneiros, cavalos, galinhas, patos, gansos, hamsters, jabutis, maritacas, ovelhas, papagaios, porcos, porquinhos da índia e ratos de laboratório. Essa é a fauna adotada pela médica veterinária que gasta em média R$ 3 mil só com ração.

   Sua rotina, além de cuidar dos animais é tentar conseguir recursos para fazer algumas melhorias como construir um novo curral para abrigar os porquinhos que nasceram há poucos meses. Todos esses animais foram vítimas de abandono e maus-tratos. Alguns animais foram apreendidos pelo IBAMA e pela Suípa.

   Todos os animais têm nomes e são muito bem cuidados por Patrícia e seu marido. A médica largou sua casa no bairro do Grajaú, na cidade do Rio de Janeiro para tratar dos bichos no sítio de 25.000m². É adepta do veganismo, que tem por princípio, não comer carne e nenhum derivado de animal.

Quem desejar saber mais e ajudar a Patrícia a cuidar dos animais visite a página www.santuariodasfadas.org

A ESCRITORA ANA MARCONDES

   Líder comunitária, a moradora do Morro dos Macacos, Ana Marcondes, resolveu escrever e contar suas histórias. Aos 70 anos, uma das fundadoras da Associação dos Moradores, D. Ana diz ter conhecido pessoalmente vários personagens famosos que passaram pelo local, inclusive o Zé do Caroço, citado na letra do samba de Leci Brandão. .

   Durante seus intervalos no trabalho no Centro Comunitário Lídia dos Santos, o Ceaca Vila, D. Ana escreve suas memórias, de maneira simples, com papel e lápis. Declarou ao jornal O Globo/Tijuca de 13 de junho: "Eu sento ali no canto e desando a escrever. Sempre acaba saindo alguma coisa legal. Uma memória vai puxando a outra e eu estou adorando a experiência."

   Parabéns D. Ana!

A ATRIZ E EMBAIXADORA DA ONU ANGELINA JOLIE

   Angelina Jolie após as cirurgias na mama, conforme escrevemos no mês passado, voltou ao trabalho humanitário conversando com refugiados no campo de Zaatari, na fronteira da Jordânia com a Síria, onde estão mais de 150 mil sírios.

   O alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados (acNUR), Antonio Guterrez, declarou que a cada quatro segundos, uma pessoa de torna refugiada no mundo. O relatório Tendências Globais 2012, divulgado por ocasião do Dia Mundial dos Refugiados, celebrado dia 20 de junho, mostra que a Síria registrou o maior êxodo num só país desde 1999 e pode se tornar a nação com maior número de refugiados. Se a previsão for confirmada, a Síria vai passar à frente do Afeganistão, que lidera a lista há 32 anos, com 2,5 milhões de refugiados. No total 48% são mulheres e 46% são menores de 18 anos.

   A atriz e embaixadora Angelina Jolie, mãe de seis filhos, sendo três adotivos, trabalha intensamente ouvindo os refugiados e buscando apoio e soluções para tanto sofrimento, uma vez que as famílias são atingidas diretamente pois crianças, mulheres e idosos estão deixando os países em guerra. Os combatentes permanecem.

   Muitas crianças fogem sem assistência, perdem a vida no trajeto ou chegam aos campos de refugiados doentes, com fome e afetadas psicologicamente, afirmou Andrés Ramirez, representante do acNUR no Brasil.

 

SAKINEH CONTINUA NA PRISÃO

 

   Há três anos contamos a história da iraniana Sakineh Mohammad Ashtiani acusada de adultério e condenada à morte por apedrejamento. O caso chocou o mundo e os protestos geraram a suspensão da sentença de morte. Oficialmente o apedrejamento foi abolido do código penal, o que não dá nenhuma garantia que volte a ocorrer porque deixa para o juiz a possibilidade de decidir por uma pena de morte por apedrejamento. Segundo a ativista Mina Ahadi, do Comitê Internacional contra o Apedrejamento e a Pena de Morte, sediado na Alemanha, este paradoxo só é possível no Irã.

   Sakineh está presa há sete anos. No ano passado não obteve permissão para comparecer ao sepultamento de sua mãe. Os filhos Saide e Sajjad vivem sozinhos. Sajjad, em 2010 deu uma entrevista ao Globo contando detalhes do caso e um mês após foi preso. O advogado de Sakineh, Hotan Kian foi preso junto com Sajjad, acusado de "ação contra a segurança nacional." Ele entrou em contato com a imprensa internacional para denunciar as violações aos direitos humanos e a opressão contra a mulher. Para o governo iraniano há uma diferença na interpretação dos direitos humanos no ocidente e no Irã.

O QUE ENSINA A DOUTRINA ESPÍRITA

   Neste período de transição planetária que vivemos, é bom lembrar que o Planeta já iniciou o seu caminho para o mundo de Regeneração e as mudanças estão acontecendo no Brasil e no mundo. Cada um de nós, habitante desta bela casa planetária tem sua cota de responsabilidade a cumprir. Aos espíritas cabe uma parcela maior, em razão do conhecimento da vida espiritual e dessa destinação.

   O mundo hoje se comove com o sofrimento do outro, seja um animal ou ser humano e, luta pela igualdade de direitos. É uma mudança significativa das ações da sociedade organizada. Mas ainda há muito a ser feito.

   Lembrei do prefácio de Emmanuel no livro "Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho", de autoria de Humberto de Campos, psicografia de Francisco Cândido Xavier, editado pela FEB, que no último parágrafo diz o seguinte: "Peçamos a Deus que inspire os homens públicos, atualmente no leme da Pátria do Cruzeiro, e que, nesta hora amarga em que se verifica a inversão de quase todos os valores morais, no seio das oficinas humanas, saibam eles colocar muito alto a magnitude dos seus precípuos deveres. E a vós, meus filhos, que Deus vos fortaleça e abençoe, sustentando-vos nas lutas depuradoras da vida material."

   Fiquemos com Deus!

::/fulltext:: ::cck::221::/cck::
Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado