pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Abril 2017

Sobre o autor

Fabiano Henrique

Fabiano Henrique

Compartilhar -

Está marcado para o dia cinco de maio o Quarto Congresso Iraniano de Esperanto. O evento acontecerá na capital, Teerã. A programação terá palestras, passeios, apresentações artísticas e outras atrações. Detalhes no site www.espero.ir.

 

Nova edição de revista brasileira em esperanto

A Associação Paulista de Esperanto lançou a primeira edição deste ano da revista La Lampiro. A matéria de capa, assinada por Francisco Wechsler, trata do risco de certas dietas sem base científica. Outro destaque é o artigo de Mauro Progiante sobre o livro O homem que calculava, de Malba Tahan. Neste número, novos colaboradores fazem sua estreia. La Lampiro pode ser lida e baixada gratuitamente pelo site www.easp.org.br.

 

Congresso de esperanto na terra do criador do idioma

Bialystok, cidade situada no nordeste da Polônia, promoverá o Congresso Polaco de Esperanto deste ano. Naquele município nasceu o criador do idioma, o médico Lázaro Luís Zamenhof. As atividades vão acontecer entre os dias 12 e 14 de maio. O evento terá o apoio da UNESCO, em homenagem ao centenário do falecimento de Zamenhof. A programação prevê palestras, exibição de filmes, passeios, apresentações artísticas e aulas da Língua Internacional neutra. Antes do congresso, haverá uma conferência sobre o tema na biblioteca pública local.

 

Palestrantes convidados para o Congresso Brasileiro de Esperanto

A Liga Brasileira de Esperanto lançou convite a quem deseje apresentar atividades culturais ou recreativas durante o Congresso Brasileiro de Esperanto deste ano. O evento vai acontecer em Sorriso, no Mato Grosso, entre os dias 15 e 18 de junho. As atrações disponíveis são palestras, debates, cursos, oficina e seminários. Os interessados devem mandar o resumo da atividade escolhida e um minicurrículo, até o dia 31 de maio, para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Nova rede social une esperantistas de todo o mundo

O dia 18 de março, último sábado, marcou o lançamento de uma rede social esperantista. Trata-se do Amikumu, idealizado pelos programadores Chuck Smith e Evildea. De acordo com os criadores, o objetivo é reunir e facilitar o contato dos falantes do esperanto. Outra meta é atualizar o conceito da estrela verde, símbolo do esperanto, popularizando a Ideia Interna junto ao público jovem. O aspecto será moderno e de fácil visualização. O aplicativo está disponível para aparelhos que utilizam os sistemas Android e iOS. Detalhes no endereço www.amikumu.com.

 

Debate sobre Donald Trump em esperanto na França

A política internacional foi tema de um inusitado debate em esperanto na França. Aconteceu no dia 11 de março o evento "Por que Donald Trump presidente?". As atividades foram organizadas pelo Clube de Esperanto de Lille. O mediador foi o professor norte-americano Duncan Charters.

 

Livro sobre perseguições a esperantistas disponível na internet 

Está disponível na internet a versão em inglês do livro La Danĝera Lingvo. A obra, de autoria de Ulrich Lins, teve tradução do professor Humphrey Tonkin. O texto trata da perseguição aos esperantistas nos mais diversos regimes totalitários do mundo.

 

Concurso de filmes em esperanto no Japão

O Instituto Japonês de Esperanto está organizando um concurso de filmes de curta-metragem. As obras devem apresentar o idioma auxiliar neutro ao público local. A duração máxima é de dez minutos. O vencedor receberá a quantia de 30 mil ienes, o que corresponde a pouco mais de 800 reais. O material selecionado será apresentado no YouTube e nas redes sociais.

 

Abre-se uma lacuna na difusão internacional do espiritismo

         Esperantistas de todo o mundo terão mais dificuldades em ter contato com as notícias do espiritismo. Foi anunciado o encerramento da produção do Serviço Espírita de Informações.

       O informativo tinha circulação mensal, em português, inglês, espanhol e esperanto. O Boletim SEI nasceu em 1953, quando Chico Xavier transmitiu a Jaime Rolemberg de Lima o desejo do espírito  Emmanuel de que fosse criada uma publicação para dar apoio aos pequenos jornais e programas de rádio do interior.

       As edições em esperanto atingiam mais de cem países, ajudando a levar a mensagem de esclarecimento e consolação da doutrina codificada por Allan Kardec aos mais remotos pontos do planeta. Redigiram suas paginas em esperanto figuras de renome como Carlos Torres Pastorino, Manoel Fernandes e outros.

       Ainda não se sabe como será preenchida a lacuna. A repercussão nas redes sociais tem sido desfavorável.  

 

Esperantistas lançam campanha para a bienal deste ano

A Associação Esperantista do Rio de Janeiro lançou campanha para a participação da entidade na Bienal Internacional do Livro deste ano. O aluguel do estande custa 20 mil reais. De acordo com nota publicada na internet, metade do valor foi arrecadada por meio de patrocínios e da renda auferida na última bienal. Agora, a captação dos recursos será dirigida aos colaboradores individuais. Espera-se para este ano a repetição do sucesso de 2015. 

 

Um giro pelo movimento esperantista:

 

  • Mais de 50 mil internautas se matricularam, desde outubro do ano passado, no curso de esperanto, em castelhano, oferecido pelo site Duolinguo.
  • Foi atualizado o site do Congresso Brasileiro de Esperanto deste ano.
  • Foi criado um grupo de esperanto em Bristol, na Inglaterra.
  • O Museu Nacional da Áustria disponibilizou na internet todas as obras publicadas por Zamenhof até 1930.
  • Está em circulação o número 200 da revista Rio Esperantista.
  • O poeta espanhol Jorge Camacho procura tradutores de seus poemas, do esperanto para o inglês.
Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado