pteneofrdeites
Compartilhar -

RIO+20

Uma lição de cidadania e espiritualidade

A Rio+20 é um acontecimento cultural da maior importância para humanidade. Ela vem trazer uma série de eventos e discussões abrangentes em torno do meio ambiente. Na atualidade, nada se compara à grandeza desse espetáculo de interesse mundial que ocorrerá na cidade do Rio de Janeiro neste mês de junho, como sede da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável.

Esse encontro pretende renovar o engajamento dos líderes mundiais com o desenvolvimento sustentável do planeta, como também o despertador natural para todos nós que estamos inseridos no contexto desta habitação cósmica.

O plano estratégico humano deve-se à necessidade de rever os documentos assinados pelos líderes mundiais durante a ocasião do evento conhecido como Rio 92, além de promover novas soluções compatíveis e debater com a sociedade de modo geral.

De lá para cá, quantas mudanças foram analisadas em razão dos acontecimentos climáticos, e quanto se deixou por fazer? Quantos países movidos pelo egoísmo e orgulho deixaram de cumprir a sua carta de compromissos?

Tudo isto passa a ser comum quando não se possui integridade, consciência responsabilidade social. Porém, tudo toma outro sentido quando estamos diante de conceitos irrevogáveis das Leis Naturais Divinas.

O Espiritismo, através de sua codificação, possui uma abordagem científica, filosófica e religiosa de grande alcance sistêmico que aponta conceitos de conduta moral e intelectual, mediante o processo de alerta de uma lei de causa e efeito capaz demonstrar racionalmente a possibilidade de possíveis conflitos naturais e sociais em virtude das ações humanas.

A humanidade tem assistido através da mídia especializada as inúmeras transgressões no globo terrestre feitas pelo homem. Diante de um quadro tão preocupante, pouco se percebem as mudanças substanciais que poderiam evitar muitas dessas catástrofes.

Embora a maioria desta sociedade desconheça as observações criteriosas dos espíritos superiores, nós, espíritas, podemos contribuir de diversas maneiras, já que para nós é uma realidade. Podemos, sim, atuar no campo educativo despertando consciências à maneira de tarefeiros convictos do bem, assim como valorizar ações criativas de mobilização de massa.

Vale lembrar que recentemente fomos informados sobre a fase de regeneração em que o planeta se encontra e esta revelação tem muito a ver com a multiplicidade de ações voluntariosas em prol dos semelhantes que ainda não conquistaram a realidade dessa informação.

Podemos começar dentro do nosso próprio movimento e, aos poucos, adentrar, nos diversos locais de convergência, evitando a contemplação e a divagação em torno das noções normativas que obtivemos da misericórdia de Deus.

Na Rio+20 haverá debates quanto à contribuição da “economia verde” para o desenvolvimento sustentável e a eliminação da pobreza, com foco sobre a questão da estrutura de governança internacional na área do desenvolvimento sustentável e muito mais!

Vejamos alguns eventos programados, incluindo todas as idades:

ü          A Semana do Meio Ambiente será realizada entre os dias 3 e 9 de junho. O tema será “Economia Verde: Ela te inclui?”. Haverá eventos em todo Brasil. Grande parte da programação será realizada pelo Ministério do Meio Ambiente.

ü          Organizado pelo ‘Major Group’ da Rio+20 de Crianças e Jovens, entre 8 a 12 de

junho, o Youth Blast tem como objetivo capacitar as crianças e jovens presentes na Rio+20, oferecer treinamento em liderança e proporcionar um espaço para os jovens partilharem as melhores práticas para implementação de soluções e participação na tomada de decisões em nível internacional.

ü          Em parceria com a ONU, TEDxRio+20 será realizado nos dias 11 e 12 de junho no Forte de Copacabana.

ü          O Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável está previsto para os dias 11 a 15 de junho. O evento terá debates científicos interdisciplinares.

ü          Os participantes da Comissão Coordenadora do Grupo Pop Ciência na

Rio+20 promovem a Feira de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia da Rio+20 (FEMACTRio+20). O evento irá reunir cerca de 120 trabalhos de jovens do ensino fundamental e médio de escolas públicas e particulares do estado do Rio, além de convidadas especiais de outros estados. A feira acontece nos dias 12, 13 e 14 de junho, em uma área de 700 m2 no Armazém 4 da zona portuária, que fica na Avenida Rodrigues Alves, s/ nº, Centro.

ü          A última reunião preparatória para a Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) será realizada entre os dias 13 e 15 de junho.

ü          O Global Town Hall (Encontro Global dos Municípios na Rio+20) será realizado entre os dias 13 e 22 de junho. Prefeitos e funcionários de governos locais de todo o mundo abordarão como podem contribuir da melhor forma para proteger bens comuns globais.

ü          Convocada pelas Secretarias dos três acordos ambientais globais surgidos na Cúpula da Terra de 1992 – a Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), a Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação e a Convenção da ONU sobre Biodiversidade, juntamente com o ‘Global Environment Facility’ e outros parceiros – o Rio Conventions Pavilion será realizado entre os dias 13 e 22 de junho. Entre os temas debatidos, oceanos, cidades, economia verde, gênero e

desenvolvimento.

ü          Entre os dias 15 e 23 de junho, está prevista a Cúpula dos Povos na Rio+20 por Justiça Social e Ambiental. O evento será realizado no Parque do Flamengo. O evento mobilizará 150 organizações e movimentos sociais.

ü          O Congresso Mundial de Justiça, Governança e Direito para Sustentabilidade Ambiental está marcado para os dias 17 a 20 de junho.

ü          De 15 a 18 de junho, o Fórum de Sustentabilidade Empresarial

Rio+20 reunirá líderes de empresas, acadêmicos e representantes da sociedade civil que mostrarão soluções inovadoras para os desafios do desenvolvimento sustentável.

ü          A Fundação Getúlio Vargas promove uma série de eventos. O encontro

mundial de juristas ambientais para a Rio + 20 conta com o apoio de outras instituições e será realizado nos dias 15, 16 e 17 de junho no Jardim Botânico. No dia 18, o debate será na própria FGV: “Direito à energia no contexto do desenvolvimento sustentável”. Já no dia 19, também na Fundação, outro debate vai tratar de governança do desenvolvimento sustentável.

Leia mais sobre a programação em http://oglobo.globo.com/rio20/maratona-de-eventos-ambientaismovimenta-cidade-da-rio20-4934141#ixzz1vEzzW2yw

 

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado