pteneofrdeites
Compartilhar -

 

Amor eterno amor


CORREIO CULTURAL

MAIO 2012.

 

Esse é o titulo da novela das 18 horas da Rede Globo de Televisão, que trata com extremo cuidado e dignidade o Espiritismo.

Muitas tentativas já foram feitas, mas bem poucas obtiveram uma linha de raciocínio com total isenção sobre o assunto.

Não faltou quem quisesse ao longo do tempo falar sobre o tema utilizando muito mais um viés jocoso e sem qualquer justificativa de excelência.

A questão da vida após a morte sempre foi colocada sob suspeita, porque a visão original da massa baseia-se ainda naquela visão dogmática de paraíso, purgatório e inferno, além das inúmeras controvérsias doutrinárias.

Neste caso, em especial, a autora possui conhecimento e discernimento para abordar os diversos aspectos apresentados pelos Benfeitores Espirituais, em O Livro dos Espíritos.

A trama consegue estabelecer um equilíbrio entre o assunto central e os diversos núcleos que são elementos comuns da dramaturgia. Não perde o ritmo das ações propostas, e o que é melhor: não lida com o grotesco.

Allan Kardec, em O Livro dos Médiuns, estabelece considerações sobre o maravilhoso e o sobrenatural, visando apenas diluir de maneira clara e objetiva que as questões extra-física, são respondidas com celeridade por seres que pensam e não animadas pelo desconhecido e o inexplicável.

Novelas como A Viagem, O Profeta, Alma Gêmea, Escrito nas Estrelas, por exemplo, mergulharam fundo na tentativa de trazer o grande público à reflexão.

Quando uma produção deseja tratar de um tema notável como o Espiritismo, repleto de conhecimentos, nós, espíritas, devemos nos colocar em prontidão e acompanhar em todos os níveis visando apoiar ou colaborar quanto aos possíveis enganos.

Nossa Doutrina possui 155 anos de vida somente, e podemos classificá-la como muito jovem ainda, precisando de muita divulgação e trabalho de nossa parte.

O desconhecimento sobre as coisas novas podem provocar dúvidas ou até mesmo conflitos de ideias. Pode também ser manipulada por mentes doentias capazes de neutralizar os seus fundamentos.

Desde os tempos memoriais, os grandes escritores debruçaram em tentativas tímidas e fantasiosas, usaram e abusaram do sobrenatural como sendo um argumento extraordinário que somente elogia a visão dicotômica dos fatos reais. Tudo não passou de ensaios infantis...

No entanto, agora estamos diante de um projeto que surpreende pela leveza e eficácia. A autora Elizabeth Jhin fala dos fenômenos espíritas com naturalidade, focando-os de modo consistente, permitindo ao público suas próprias considerações.

Embora a novela venha atendendo os nossos propósitos, está sujeita a acabar antes do tempo previsto, o que seria para todos nós uma perda enorme, pois sua manutenção na telinha só traz benefícios positivos para quem precisa tanto de divulgação.

Em publicação no dia 30/03, a Folha de São Paulo revelou um fato preocupante. A notícia bombástica informa que a novela vem atingindo somente 23% no Ibope.

A Direção da TV Globo considera o percentual muito baixo para o horário e informou ao núcleo que, caso continuem as baixas no Ibope, será obrigada entrar com a próxima novela no horário das 18h que ainda caminha em processo de montagem.

Isto mexe com o projeto televisivo e muito mais com as nossas necessidades de divulgação da Doutrina dos Espíritos, porque atualmente os nossos meios de comunicação, embora oportunos, não podem ser comparados com a máquina televisiva, que atinge nesses mesmos 23% cerca de 60 mil domicílios. São números expressivos, se tratando dos nossos interesses de divulgação e propagação de uma doutrina que carece dia a dia de maior comunicação.

Precisamos refletir em torno do plano estratégico da espiritualidade sobre a utilização de todas as mídias possíveis a fim de ampliar os nossos objetivos mais sublimes. Nossa participação efetiva é da máxima urgência e não podemos cruzar os braços, acomodados e sem qualquer participação.

Considerando que a televisão vem fazendo a sua parte, precisamos divulgar a novela AMOR ETRNO AMOR para que continue ao menos até o seu tempo previsto, visto estar beneficiando e prospectando o Espiritismo sem nenhum custo.

Outro aspecto importante é avaliar os resultados futuros, já que as novelas Globais são passadas pelo canal internacional ou reprisadas nos diversos países que ainda desconhecem os fenômenos espirituais à luz da razão.

Portanto, nós que estamos numa cruzada divulgadora do Espiritismo, acreditamos que este meio de comunicação pode fazer a diferença por ser abrangente e por contar com um mecanismo direto em tempo real, enquanto os nossos dependem ainda de sessões, livros, jornais, internet, seminários, conferências etc. para atingir percentuais relativos.

Sendo assim, qual o nosso papel? O que precisamos fazer para que essa contribuição continue ativa?

Precisamos assistir e divulgar ao máximo, a fim de congregar, a princípio, um grande número de expectadores no Brasil, para que AMOR ETERNO AMOR continue prestando esse serviço de que tantos precisamos.

Não podemos nos esquecer da orientação do espírito Emmanuel que afirma que o melhor que podemos fazer pela Doutrina dos Espíritos é divulgar, bem como o filósofo Leon Denis que assevera que o Espiritismo será exatamente o que fizermos por ele.

Ainda está em tempo e não podemos ficar alheios aos fatos, porque um canal de TV é uma mídia indispensável quando se propõe falar de Espiritismo!

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado