pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Março 2017
Compartilhar -

Quando estudamos a questão 918 de O Livro dos Espíritos, identificamos os sinais pelos quais se reconhece num homem o progresso real que deve elevar seu espírito na hierarquia espiritual. Jorge Andréa é um verdadeiro homem de bem porque provou a sua elevação na prática da lei de Deus. Nós que tivemos o privilégio de conviver com ele durante muitos anos, não temos dúvidas sobre a sua vida em estado de caridade, a presença permanente do bem e duvidamos exista alguém   que encontre motivos para queixar-se dele. Ele fez aos outros tudo quanto queria que os outros lhe fizessem. Temos claro que ele fez o bem pelo bem, sem esperar recompensa. Bondoso, humanitário, benevolente, à sua volta via somente irmãos, sem quaisquer distinções de raças, de crenças, de posição social, de escolhas.  Oficial médico da Aeronáutica, voou pelo Correio Aéreo Nacional, fez-se amigo dos índios, das populações miseráveis da Amazônia, ao tempo em que era admirado pelos companheiros de farda, chefes e subordinados. Indulgente, a ninguém julgava. Estendia a todos suas mãos para apoiar e oferecia seus   ouvidos alertas de psiquiatra, atentos para encontrar bons caminhos, boas palavras, técnicas mas amorosas, para os pacientes. Sua voz doce e calma, o sorriso permanente, o bom humor, a lucidez, a disponibilidade, eram suas marcas que jamais esqueceremos.

Reverenciado pelo movimento espírita do Brasil e do mundo, mantinha a modéstia e a humildade, quase que pedindo desculpas por ser tão especial. Seus livros são referência, aproximando ciência, filosofia e religião talvez de maneira impar na história do Espiritismo. No ICEB, desde os tempos de Deolindo, formou ao lado dos pioneiros e era até aqui remanescente daqueles tempos que lançaram o nosso Instituto como pioneiro em estudos e pesquisas de temas ligados à espiritualidade, sempre sob a óptica da Doutrina Espírita.

Somos agradecidos a Deus pelo privilégio de conviver com ele, com sua sabedoria, sua paciência, seu amor. O Instituto de Cultura Espírita do Brasil é a casa de Deolindo Amorim. Jorge André dos Santos é será sempre nosso Presidente de Honra.

Sua desencarnação foi rápida. Teve uma dificuldade respiratória, foi entubado e desencarnou. Estava pronto, Havia resolvido todas as pendências. Livre. Foi recebido por dona Gildinha, a esposa inesquecível. Ao seu lado Dona Zilda Alvarenga, Dona Delta, a esposa dedicada de Deolindo Amorim e, ainda, Yvone, filha de Molinaro, um dos expoentes do ICEB. Em seguida, Deolindo, Lauro Salles, Imbassahy, Kremer, Alvarenga, Gothardo, José Jorge, Newton de Barros, Américo Borges, Hermínio Miranda, Lucena, Genival, Durval, Lacerda, dentre outros. Logo chegaram os representantes de Fabiano, eis que Jorge Andréa foi um dos fundadores do Lar, em 1958. Lá estavam Pastorino, Rolemberg, Silvio Xavier, Viana, Pedro Richard, Wagner.

No entanto, a grande surpresa veio com a chegada de Bezerra e Joanna de Ângelis Sorridentes informaram que estiveram ao lado de Jorge muitas vezes durante seus trabalhos, seus estudos, suas pesquisas. Era um missionário que cumpriu excelentemente a sua tarefa. Granjeou o respeito e a gratidão dos bons espíritos que concordam com o conceito de que ele é um cientista pioneiro da Medicina do futuro.

Emocionados lembramos do Congresso Espírita em Lisboa. A plateia, embevecida, homenageava o orador simples, humilde, modesto, mas grande nos conceitos avançados que emitia. Então Jorge falou com sua voz mansa mas firme: “ Alegrem-se, irmãos! Estamos no limiar do século XXI quando, então, a ciência oficialmente descobrirá o espírito. Começará então uma nova era para a humanidade.”

O auditório, como se todos fossem acionados pela mesma mola, levantou-se e aplaudiu demoradamente o generoso benfeitor. Jorge Andréa sentou-se e enxugou uma lágrima que descia lentamente pela face iluminada.

 

 

Homenagem de amigos Dr. Jorge Andréa

  1. Marcelo Nazareth

“Jorge, meu amor filial e minha eterna gratidão por todos que encorajasse por uma medicina da alma e da vida. Até breve.”

 

  1. Ronaldo Serrano

“Dr. Jorge Andréa muito obrigado por seu carinho e amizade. Até um dia.”

 

  1. Maria Amélia Serrano

“Querido Dr. Jorge Andréa nosso sempre muito obrigada por seu carinho, acolhimento, hipóteses de trabalho e exemplo de vida. Um beijo grande no seu coração e até qualquer dia.”

 

  1. Monica Maria Ventura Santiago

“Gratidão, amado Dr. Jorge Andréa! Pela ciência que ensinaste! Pelo Espiritismo que professaste! Pelo amor que nos dedicaste!”

 

  1. Américo Domingos Nunes Filho

“Tive a inesquecível oportunidade de viajar com o Andréa, para outros Estados, em inúmeras oportunidades, participando juntos como oradores em eventos científico-doutrinários. Como ele já estava na faixa dos oitenta anos, compartilhávamos o mesmo quarto de hotel, onde travávamos salutar bate-papo. Agora surgiu a vez dos irmãos espirituais terem a chance de igualmente participar de momentos memoráveis junto a uma pessoa extremamente amorosa, um ser realmente excepcional"

 

  1. Luzia Mathias

“Agradeço ao Senhor da Vida a oportunidade que me deu de encontrar o querido Professor. Com ele aprendi a lição incomparável da alegria de viver, em qualquer circunstância.”

 

  1. José Mário Fiuza

“Jorge Andréa: Mestre e guia para minha dedicação ao movimento de divulgação do Espiritismo. Muita saudade ...”

 

  1. José Henrique Rubim

“Fui conduzido ao campo do Inconsciente campo energético espiritual, pelas tuas mãos sábias, amigo Jorge. Sou teu pupilo e aprendiz e minha gratidão é profunda.”

 

  1. Rosa e Luiz Martins

“Jorge Andréa sempre foi um misto de humor e amor, de alegria e harmonia a traduzir-se em grande sabedoria. À medida que ele falava ia rasgando novos horizontes jorrando seus conhecimentos como as águas das fontes. Nosso eterno agradecimento a tudo que nos ensinou e a grande amizade que conosco compartilhou.”

 

Claudio C. Conti

Com a desencarnação do Dr. Jorge Andréa, o movimento espírita encerra uma fase de grande importância para o entendimento da Doutrina Espírita que, desde a sua origem, contou com grandes pensadores e cientistas que trabalharam para encontrar explicações e desenvolver teorias sobre os tão variados fenômenos relacionados com os seres extracorpóreos.

 

10 - André Trigueiro

Tive a honra de realizar aquela que talvez tenha sido a última entrevista do Dr. Jorge Andréa antes de sua desencarnação. Toda a equipe do ICEB que nos acompanhou no abrigo da Aeronáutica, na Ilha do Governador (RJ) estava emocionada. Não é todo dia que se entrevista alguém prestes a completar 100 anos, com tamanha bagagem, serenidade e lucidez. Era para ser uma entrevista-legado. E foi. Em pouco mais de uma hora ele respondeu a várias perguntas com a alegria infantil de quem parece se divertir revirando um gigantesco baú de memórias. Foi algo intenso e emocionante. O resultado virou um DVD oferecido como brinde de seu último livro, mas pode ser acessado no YouTube. No final da entrevista, Dr. Jorge Andréa nos surpreendeu ao dizer o seguinte: “Eu, como seu irmão de jornada reencarnatória, quero lhe dar um expressivo abraço”. Ainda sinto a força desse abraço, que me acompanha junto com o exemplo e a sabedoria desse grande homem. Obrigado Dr. Jorge Andréa.  

 

11 - Saulo de Tarso

Início de um profícuo trabalho com o Dr. Jorge Andréa aconteceu no ano de 2004 quando o abordei no Clube Hebraica. Era um período de turnê de Divaldo Franco no Rio. Nas escadarias que dá acesso ao grande salão, eu estava distribuindo o extinto jornal CEPEAK, cujo editor era eu. Com poucas palavras apresentei o jornal e fiz convite para uma entrevista com o eminente doutor. Não poderia ser de outra maneira, muito educadamente recebeu o jornal e disse que não havia tempo nem para cuspir, mas pela causa da difusão espírita arrumaria tempo. Disse então para procura-lo no ICEB.

Surgiu então essa parceria maravilhosa com o jornal Correio Espírita, que desde a sua primeira edição publicou artigos desse homem muito simples e com um conhecimento extraordinário do espiritismo científico.

Foram muitas entrevistas que realizei com o Dr. Andréa, inclusive no período de carnaval na Casa Gerontólogica da Aeronáutica Ilha do Governador, onde passou seus últimos anos. E lá tive o prazer de conhecer sua esposa dona Gilda, adorável pessoa.

Obrigado professor pelos muitos ensinamentos.

       

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Jorge Andrea dos Santos desencarna aos 100 anos

 

Desencarnou na última quarta-feira 1º de fevereiro, aos 100 anos de idade, o psiquiatra, escritor e conferencista espírita Jorge Andréa dos Santos. Pesquisador do Espiritismo Científico, Dr. Jorge escreveu quase trinta livros correlacionando a Doutrina e áreas como Psicologia, Parapsicologia, Reencarnação, Evolução, entre outros assuntos, além de ter contribuído com centenas de artigos publicados em revistas espíritas.

         Nascido em 10 de agosto de 1916 em Salvador, Bahia, casou-se com a assistente social Gilda Andréa, com quem teve oito filhos. Foi médico Oficial da Força Aérea Brasileira (FAB), onde se reformou.

Filho do professor de medicina em Salvador, Mario Andréa e de sua esposa, Estelita Andréa.

Durante a sua militância espírita, em mais de meio século cruzou o país de Norte a Sul, fazendo palestras na sua divulgação como ciência.

Durante 50 anos, atuou como expositor do Instituto de Cultura Espírita do Brasil (ICEB), sendo seu presidente no biênio 1984/1985 e, posteriormente, integrando o Conselho Diretor e sendo Presidente de Honra da Instituição. Desde 1947, participava de congressos, seminários, mesas redondas promovidas em diversas cidades brasileiras, além de ministrar cursos pelo país e, em especial, no Rio de Janeiro.

Dr. Jorge Andréa também foi membro da Associação Brasileira de Jornalistas e Escritores Espíritas (ABRAJEE), atual ABRADE - Associação Brasileira de Divulgadores do Espiritismo, e da Associação Médico-Espírita do Rio de Janeiro (AME-RJ).

         Participava ativamente, até meados de 2015, no programa “Fala Doutor”, da Rede Boa Nova de Rádio, no qual respondia perguntas e dúvidas dos ouvintes. Foi articulista das principais revistas espíritas do Brasil e assinava desde o primeiro número a coluna Correio Científico do jornal Correio Espírita.

 Mas, foi o inconsciente humano e as manifestações do psiquismo que sempre chamaram a atenção do Dr. Jorge para suas linhas de pesquisa. Nesse sentido, dentre os diversos livros escritos englobando as características científicas da Doutrina Espírita.

Dr. Jorge Andréa foi sepultado no Cemitério do Caju, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, no dia 02 de fevereiro de 2017.

 

 

 

Obras do Dr. Jorge Andréa

 

É autor de cerca de três dezenas de livros sobre os aspectos científicos da Doutrina Espírita, dentre eles:

Com Quem tu Andas? (Em colaboração com Hermínio C. Miranda e Suely Schubert)

  1. Novos Horizontes da Parapsicologia (1967)
  2. Energias Espirituais nos campos da Biologia (1971)
  3. Enigmas da Evolução (1973)
  4. Palingênese, a Grande Lei (1975)
  5. Energética do Psiquismo Fronteiras da Alma (1976)
  6. Dinâmica Espiritual da Evolução (1978)
  7. Forças Sexuais da Alma (1978)
  8. Psicologia Espírita 1º. Volume (1978)
  9. Os Insondáveis Caminhos da Vida (1981)
  10. Encontro com a Cultura Espírita (1981), (em colaboração com Deolindo Amorim, A. Ferreira e A. Seck)
  11. Dinâmica Psi (1982)
  12. Correlações Espírito-Matéria (1984)
  13. Enfoques Científicos da Doutrina Espírita (1987)
  14. Impulsos Criativos da Evolução (1989)
  15. Lastro Espiritual nos Fatos Científicos (1989)
  16. Visão Espírita nas Distonias Mentais (1990)
  17. Nos Alicerces do Inconsciente (1990)
  18. Psicologia Espírita 2º. Volume (1991)
  19. Busca do Campo Espiritual pela Ciência (1993)
  20. Psiquismo: fonte da Vida (1995)
  21. Ciência, Espiritismo e Reencarnação (2000)
  22. Visão Espírita para o 3º Milênio (2001) (assuntos diversos, organizados por Suely Schubert)
  23. Segredos do Espírito (1999)
  24. Ressonância Espiritual na Rede Física (2006)
  25. Do outro lada da matéria Enigma da vida (2016)

Nota: Toda a série psicológica produzida pela psicografia do médium e orador Divaldo Pereira Franco, ditada pelo Espírito Joanna de Ângelis, foi absorvida pelo Dr. Jorge Andréa. Considera-se no Movimento Espírita que ninguém melhor que ele abordava o complexo tema que trata dos alicerces do inconsciente. "Admiro o cientista, respeito o orador e leio com sofreguidão os seus artigos", disse sobre ele Divaldo, seu conterrâneo e amigo de décadas.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado