pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Dezembro 2018
Compartilhar -

É muito importante uma noite dedicada ao sono reparador, desde que dormir bem é essencial para a saúde. Em um estudo, durante seis dias, realizado pela conceituada Universidade de Chicago, onze pessoas com idade entre 18 e 27 anos foram impedidas de dormir por mais de quatro horas. O efeito foi assustador, desde que todo o funcionamento do organismo era similar ao de uma pessoa de 60 anos de idade, inclusive com níveis altos de insulina similares aos portadores de diabetes. Quem dorme menos do que o necessário tem menor vigor físico, envelhece mais precocemente, está mais propenso a infeções, à obesidade, à hipertensão, ao diabetes, bem como apresenta raciocínio lento e coordenação motora prejudicada.

Durante o período de sono, o organismo realiza funções importantíssimas com consequências diretas à saúde, como o fortalecimento do sistema imunológico, secreção e liberação de hormônios (hormônio do crescimento, insulina, melatonina e outros), consolidação da memória, relaxamento e descanso da musculatura.

O indivíduo portador de insônia pode sofrer de aumento da pressão (hipertensão) a médio prazo, devido ao estresse desencadeado pelas noites mal dormidas, inclusive afetando até as pessoas sem predisposição à doença. Muitas pesquisas científicas atestam que, durante as horas de sono, o organismo produz proteínas que são responsáveis pelas conexões neurais, essenciais para o aprendizado e a memória, como também há a afirmação que tem mais ânimo e qualidade de vida os que dormem bem, de seis a nove horas, acrescentando que a possibilidade de desenvolver depressão é acentuada nos que dormem mal.

Importante frisar que os fumantes têm muita dificuldade para dormir e manter o sono devido a ação estimulante da nicotina, assim também acontece com os que tomam café ou bebidas ricas em cafeína, como o chá, chocolate e refrigerante. O álcool sendo ingerido no jantar facilita o sono mais precocemente; contudo, proporciona a diminuição da quantidade de sono profundo, gerando uma falsa ideia de sono melhor.

Para gozar de uma boa soneca é necessário fazer exercícios regularmente só pela manhã, o que facilita dormir pelo relaxamento físico e mental proporcionado pela atividade física. Portanto, todos os amantes de práticas esportivas devem evitar o período da tarde e da noite.

Para gozar de boa noite de sono é fundamental o banho quente, de preferência em banheira, proporcionando intenso e duradouro relaxamento e, antes de deitar-se, deixar o ambiente bem escuro e silencioso. Deve-se evitar comer muito antes de dormir, por causa do funcionamento excessivo do sistema digestivo, que dificultará o sono profundo e igualmente pela possibilidade da presença de refluxo gastroesofágico desagradável.

A Doutrina Espírita ensina que, durante o sono, apenas o corpo repousa porquanto a espírito nunca descansa, fenômeno conhecido como emancipação da alma. “Durante a encarnação, o Espírito jamais se acha separado completamente do corpo; qualquer que seja a distância a que se transporte, conserva-se preso sempre ao corpo físico por um laço fluídico, que serve para lembrá-lo de retornar a este, desde que a sua presença ali se torne necessária. Somente a morte rompe esse laço” (Obras Póstumas, cap. IV, item 24).

“Os sonhos são efeito da emancipação da alma, que se torna mais independente pela suspensão da vida ativa e de relação...” (Questão 402 de O Livro dos Espíritos).

Com as revelações proporcionadas pelo Espiritismo, enfatizando que, durante o sono, o espírito se liberta e se comunica, fica mais fácil para a ciência testificar a importância de um sono profundo e reparador. Mais uma vez, a Doutrina Espírita de mãos dadas com a ciência, unidas, tendo as duas a mesma origem: a amorosa paternidade divina.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado