pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Dezembro 2018

Sobre o autor

Itair Ferreira

Itair Ferreira

Compartilhar -

       Jesus, o Cristo de Deus, confirmou o Salmo de Asafe, 82,6 (1): “Vós sois deuses, sois todos filhos do Altíssimo”. Em outro momento, o Inigualável Pedagogo, ensinou sobre a interpretação desse versículo, dizendo: “Não vem o reino de Deus com visível aparência. Nem dirão: Ei-lo aqui! ou: Lá está! Porque o reino de Deus está dentro em vós”. (2)

       Naquela época, Jesus não poderia explicar melhor, visto que a evolução tacanha da humanidade não permitiria um entendimento claro. Ficou para a posteridade a compreensão, não só desse texto, bem como de toda a Sua doutrina, como bem afirmou: “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós. Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros. O Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito”. (3)

       O Espírito da Verdade é o próprio Cristo de Deus, o construtor e o governador do nosso planeta, que nos trouxe, conforme Sua promessa, dezoito séculos depois, o Espiritismo, a Doutrina dos Espíritos, simbolizando a terceira lei de Deus, a lei da caridade, na época em que poderíamos entender Suas palavras, graças às conquistas científicas no estudo das leis naturais. “A lei natural é a lei de Deus. É a única verdadeira para a felicidade do homem. Indica-lhe o que deve fazer ou deixar de fazer e ele só é infeliz quando dela se afasta.” (4)

       Hoje entendemos que não basta conhecer as palavras de Jesus, apreciando os sentimentos com que elas se vestem, é necessário a prática, num esforço constante para cumprirmos o objetivo principal de nossa estada aqui: evoluir. Foi isso o que Jesus disse: “Por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?”. (5)

       Não basta saber, é preciso fazer. Saber é o primeiro passo para sairmos da ignorância em que nos remetemos por nossa escolha, porque a vida é sempre escolha, “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. (6) Escolhemos sempre o caminho a seguir, em qualquer bifurcação da nossa trilha, como asseverou Viktor Frankl, o grande neurologista austríaco, professor da Universidade de Viena, sobrevivente de vários campos de concentração nazistas, em seu livro Em Busca de Sentido: “Entre o estímulo e a reação, há sempre a escolha”.

       Saber é o primeiro passo — repetimos —, mas o indivíduo só conhece aquilo que faz. Saber sem fazer é engodo, é retórica da vaidade. Somos aquilo que praticamos.

       Na década de 1970, surgiu a neurociência, com o objetivo de estudar o sistema nervoso do cérebro mapeado, desvendando o seu funcionamento. Em entrevista ao jornalista Salomão Schvartzman, na Band News, em junho de 2014, Dr. Raul Marino, Professor titular de neurocirurgia da Faculdade de Medicina da USP, autor do livro A Religião do Cérebro, disse que “apesar de o cérebro já estar totalmente mapeado, ainda não conhecemos 1% de suas possibilidades. Sabemos tanto do cérebro quanto os astrônomos conhecem do universo”.

       Com o desenvolvimento da neurociência foram descobertos cerca de sessenta neurotransmissores, que são substâncias químicas produzidas pelos neurônios, células nervosas. Eles enviam informações para outras células e estimulam a reação em nosso organismo, de acordo com o nosso comportamento, conforme a nossa conduta.

       Esses neurotransmissores são classificados como: colinas, aminas, aminoácidos e neuropeptídeos. “De tudo o que estudamos até o momento, concluímos que o trabalho dos neurotransmissores consiste na conversão da mensagem química em mensagem elétrica.” (7).

Podemos acionar esses elementos químicos para obter prazer, felicidade, memória boa e a cura para as nossas deficiências orgânicas e psicológicas: dopamina, acetilcolina, serotonina, noradrenalina, encefalina, endorfina, glutamato, ocitocina, ácido gama-aminobutírico (GABA), histamina e anandamida (endocanabinóide), etc. Este último, de acordo com estudos, é o elemento ideal, junto com a serotonina, para tratar a depressão e a ansiedade.

Agora entendemos o que Jesus quis dizer sobre a existência do reino de Deus dentro de nós e a nossa capacidade como deuses, essência divina que somos, de escolhermos o que queremos dentro de nós.        

Seja boa a nossa escolha na vida de relação! Que brilhe nossa luz!

A prática do bem, fazendo a felicidade dos outros, é um escudo que nos defenderá de tudo nesta pequena jornada rumo ao infinito.

Muita paz!

 

Dados bibliográficos:

1 – A Bíblia Sagrada, João Ferreira de Almeida, João, cap.10, 34.

2 – Idem, ibidem, Lucas, cap.17, vers. 20 e 21.

3 – Idem, ibidem, João, cap. 15, vers.16 a 18 e 26.

4 – O Livro dos Espíritos, Allan Kardec, parte terceira, capítulo I, questão 614, FEB.

5 – A Bíblia Sagrada, João Ferreira de Almeida, Lucas, 6, 46.

6 – Idem, ibidem, João, 8, 32.

7 –Cem Bilhões de Neurônios, Conceitos Fundamentais de Neurociência, Roberto Lent, pág.119, Atheneu.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado