pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Maio 2016

Sobre o autor

Marcus de Mario

Marcus de Mario

Compartilhar -

Quando recebemos o convite de Jesus, através das lições do Evangelho, não podemos esquecer que o Mestre espera de cada um de nós todos os esforços ao nosso alcance para abandonarmos as velhas crenças e os velhos hábitos, abrindo, desse modo, espaço na própria alma para o convite do amor ao próximo e da autoiluminação, ou seja, diante das lições evangélicas não podemos, ou pelo menos não devemos apenas ficar maravilhados, achando que os ensinos são muito bonitos, lindos. Se assim fizermos, a verdade é que não estaremos saindo do lugar.

A história humana é muito rica em exemplos de pessoas que se destacaram em deturpar o Evangelho, em modificá-lo conforme gostos pessoais e circunstâncias, defendendo interesses próprios ou de grupos. Esses, com certeza, não deixaram que a mensagem da Boa-nova penetrasse seus corações e, portanto, não se modificaram e, em consequência, não mudaram o mundo.

Em compensação, temos exemplos dignos de pessoas que, ao contato com o Evangelho, se transformaram, erguendo a bandeira da caridade e dando bons exemplos para nos levar à transformação íntima. Estamos falando, entre outros, de Francisco de Assis, Madre Teresa de Calcutá, Francisco Cândido Xavier, Irmã Dulce e muitos outros que poderíamos listar. Infelizmente eles ainda são vistos como exceção, quando vieram representar Jesus e solicitar, através do exemplo, que sigamos esses mesmos passos.

Iniciemos nossa iluminação interior pelo primeiro passo de aceitar o Evangelho como roteiro de nossa vida. Em seguida, comecemos a praticar o amor ao próximo através da caridade, sendo mais bondosos, mais humildes, menos apegados às coisas terrenas, procurando sempre estabelecer a paz através da fraternidade, da compreensão e da solidariedade.

É começando pelas pequenas coisas, como o auxílio aos entes queridos no lar, que alcançaremos as grandes coisas, como a justiça social e a paz no mundo. Quando fazemos do Evangelho a luz de nossa caminhada, vamos crescendo em paciência, tolerância, operosidade, renúncia, humildade, ou seja, sem perceber vamos fazendo nossa autoiluminação, nos preparando para um glorioso encontro, mais cedo ou mais tarde, com Jesus.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado