pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Dezembro 2015

Sobre o autor

Fátima Moura

Fátima Moura

            Ligando o rádio do carro, num dia ensolarado, cantarolei mesmo sem querer, a canção que tocava em conhecida emissora de MPB.

            “Amor é um livro,           Revirando o porta-luvas, com ansiedade, encontrei meu exemplar de O Evangelho Segundo o Espiritismo, que me chamou de volta à realidade:

       “O amor resume toda a doutrina de Jesus, porque é o sentimento por excelência, e os sentimentos são os instintos elevados à altura do progresso realizado. No seu ponto de partida, o homem só tem instintos; mais avançado e corrompido, só tem sensações; mais instruído e purificado, tem sentimentos; e o amor é o requinte do sentimento”.

            Quando em conversa com a multidão, Jesus foi inquirido sobre o maior mandamento da Lei de Deus, não hesitou em responder: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”.

            O amor é o sentimento que nos move. Segundo o Evangelho de Jesus, o maior de todos os sentimentos. A todo momento, ele é lembrado na fala de jovens, crianças e adultos. Até nas redes sociais, as pessoas falam de amor, buscam o amor, querem o amor, anseiam o amor.

            O importante é como estamos vivenciando esse amor.

            Quando Jesus veio nos falar de seu amor, o mundo atravessava um momento crítico. Homens difíceis, mulheres descrentes, famílias desunidas, seres promíscuos, mas Ele nos falou de seus novos conceitos, da importância do amor incondicional e educou as nossas almas para a exemplificação destes ensinamentos. Para que, ao longo do tempo, por toda a eternidade, não nos sentíssemos esquecidos do amor entre pais e filhos, do amor entre as famílias, entre irmãos, do amor pelas crianças, idosos e animais.

            “Será que o mundo ainda tem jeito? Estou cansado dessa vida, as pessoas já não se amam mais, ouvimos constantemente em conversa com amigos, colegas de trabalho, entre familiares”.   

            O mundo está melhorando, ou melhor, melhora a cada dia. Queremos crer que sim, já que tudo evolui e concorre para o bem geral. E nós, que somos aprendizes das verdades eternas, dos fundamentos da Doutrina Espírita, sabemos que o mundo progride a passos lentos, mas firmes e que caminharemos sempre em busca da luz.

            O amor é a expressão mais completa da caridade, assim definiu o apóstolo Paulo em carta aos cristãos de Corinto (I Coríntios, 13:1 a 7).

            André Luiz, renomado trabalhador das lides espíritas, também assim se declara sobre o assunto: Se tiver que amar, ame hoje. Se tiver que sorrir, sorria hoje. Se tiver que chorar, chore hoje. Pois o importante é viver hoje. O ontem já foi e o amanhã talvez não venha.

 

            Fica a pergunta: O que é que estamos esperando para começar a amar de verdade?

 

                             **********************************************

Compartilhar

Vídeos

Mala direta

Deixe seu nome e email e receba nossas mensagens gratuitamente em seu email.
Nome*
O nome é necessário!

E-mail*
Email inválido!

Login

Topo Cron Job Iniciado